terça-feira, 20 de junho de 2006

Monte Castelo - Legião Urbana

Realmente... esse cara sabia fazer música!!!!

Ainda que eu falasse a língua dos homens.
E falasse a língua do anjos, sem amor eu nada seria.

É só o amor, é só o amor.
Que conhece o que é verdade.
O amor é bom, não quer o mal.
Não sente inveja ou se envaidece.

O amor é o fogo que arde sem se ver.
É ferida que dói e não se sente.
É um contentamento descontente.
É dor que desatina sem doer.

Ainda que eu falasse a língua dos homens.
E falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria.

É um não querer mais que bem querer.
É solitário andar por entre a gente.
É um não contentar-se de contente.
É cuidar que se ganha em se perder.

É um estar-se preso por vontade.
É servir a quem vence, o vencedor;
É um ter com quem nos mata a lealdade.
Tão contrário a si é o mesmo amor.

Estou acordado e todos dormem todos dormem todos dormem.
Agora vejo em parte, mas então veremos face a face.

É só o amor, é só o amor.
Que conhece o que é verdade.

Ainda que eu falasse a língua dos homens.
E falasse a língua do anjos, sem amor eu nada seria.

10 comentários:

*Renata Costa* disse...

Amo essa música, e amo Camões tbm.....

Ai nhai

Baci querida

Dani F. disse...

Oi carolzinha...
Este Renato era gênio não?
beijos

Thata disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Lulu on the sky disse...

Eu amoooooooooooooooooo essa musica!!!

Ana Julia disse...

Difícil aparecer outro compositor como o Renato...
bjos

Dani F. disse...

Oi carolzinha..Vim responder sobre a tal prova..putz! que ódio..Não era complemento, mas quem fizesse as duas provas e a resenha concorria a nota 9..pensei se não der 9 tiro um pouco menos..enfim me ferrei...será que fui muito fominha? hahahaha
tinha que ter ficado só no 7 ou 8?..hahaha
beijos

Mônica disse...

oi...vim agradecer a visita e conhecer teu canto..volte sempre! a porteira tá sempre aberta...

e como Renato Russo e Cazuza penso q viveremos anos luz sem encontrar quem chegue aos pés dos dois....

Clau disse...

Meu coração
Sem direção
Voando só por voar
Sem saber onde chegar
Sonhando em te encontrar
E as estrelas
Que hoje eu descobri
No seu olhar
As estrelas vão me guiar

Se eu não te amasse tanto assim
Talvez perdesse os sonhos
Dentro de mim
E vivesse na escuridão
Se eu não te amasse tanto assim
Talvez não visse flores
Por onde eu vi
Dentro do meu coração

Hoje eu sei
Eu te amei
No vento de um temporal
Mas fui mais
Muito além
Do tempo do vendaval
Dos desejos de um beijo
Que eu jamais provei igual
E as estrelas dão um sinal

Se eu não te amasse tanto assim
Talvez perdesse os sonhos
Dentro de mim
E vive-se na escuridão
Se eu não te amasse tanto assim
Talvez não visse flores
Por onde eu vim
Dentro do meu coração

"TE AMO Bebê"

Ariana Venenosa disse...

oi Carolzinha, eh realmente essa música é maravilhosa!!! beijosssssssss

Bárbara Amelize disse...

Só vim dizer o óbvio! Renato é foda! O cara é o cara. As músicas são perfeitas. Eu me perco nas falas deste poeta querido. Que cantou meu estado de espírito, foi tema das minhas N neuras adolescentes, e ainda é parte de mim. Sou legionário convicta. E hermaníaca, claro! rsrsrs

Camões é foda! Esta música é perfeita... É só o amor que conhece o que é verdade!

Beijo